Os sinais do fim dos tempos já ocorreram: Como o Senhor voltará?

19/04/2020
7 minutos a ler

Os sinais do fim dos tempos já ocorreram — Como o Senhor voltará?

Conteúdos:

1-Testemunharemos a aparição de Deus aguardando que o Senhor chegue sobre uma nuvem?

2-Como devemos buscar a aparição de Deus?

3-Deus agora apareceu e está trabalhando — você reconheceu a voz Dele?


Desastres como terremotos, fomes e pragas têm sido cada vez mais frequentes nos últimos anos. As profecias da Bíblia a respeito da vinda do Senhor basicamente se cumpriram e muitos irmãos e irmãs que anseiam sinceramente pela aparição do Senhor sentiram que Ele provavelmente já voltou. Então, por que ainda não O saudamos? Onde Ele está? Como devemos buscar a Sua aparição? A esse respeito, algumas pessoas acham que o Senhor ainda não voltou, e acreditam que não precisam sair à Sua procura, pois a Bíblia diz: “Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória” (Mateus 24:30). Elas acreditam que, quando o Senhor voltar, Ele virá sobre uma nuvem com grande majestade e força, e que, como esses fenômenos ainda não foram vistos, isso prova que o Senhor ainda não voltou.

Existem agora duas visões divergentes sobre este assunto, então o Senhor realmente voltou ou não? Como o Senhor vai aparecer ao homem quando Ele voltar? Esperar que o Senhor desça sobre uma nuvem poderá garantir que veremos Deus e O saudaremos? Vamos comunicar juntos nestas questões. (Veja Também: Na segunda vinda do Senhor Jesus Cristo, só pode ser a forma de vir nas nuvens?)

Testemunharemos a aparição de Deus aguardando que o Senhor chegue sobre uma nuvem?

“Varões galileus, por que ficais aí olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi elevado para o céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir” (Atos 1:11).  Com base nesta passagem da Escritura, há muitos irmãos e irmãs que acreditam que, quando o Senhor ressuscitou, Ele subiu ao céu sobre uma nuvem branca, e que, quando Ele voltar, o fará da mesma forma, com o Seu corpo espiritual ressuscitado sobre uma nuvem branca. Eles acreditam que, enquanto não tiverem visto esse fenômeno do Senhor descendo sobre uma nuvem, isso mostra que o Senhor ainda não veio. Mas podemos ter certeza de que este entendimento está inteiramente de acordo com a vontade de Deus? A Bíblia diz, “Porque os Meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os Meus caminhos, diz Jeová. Porque, assim como o céu é mais alto do que a terra, assim são os Meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os Meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos” (Isaías 55:8-9).  A sabedoria de Deus alcança mais alto que os céus, então como podemos nós, humanidade criada, sequer compreender a obra de Deus? A forma com que o Senhor aparecerá e trabalhará nos últimos dias é algo que nós, seres humanos, nunca poderemos determinar. Por exemplo, no início, a Bíblia profetizou a vinda do Messias, mas então veio o Senhor Jesus — poderíamos nós, seres humanos, ter imaginado isso? Como os fariseus daquela época eram tão arrogantes e convencidos e se agarravam às suas próprias noções e imaginações, eles desafiaram a Deus. Por mais autoritárias ou poderosas que fossem as palavras e o trabalho do Senhor Jesus, ainda assim eles se agarraram às suas próprias noções e imaginações para delimitar a obra de Deus. Eles acreditavam que o Messias exerceria o poder político, que Ele certamente nasceria em um palácio e que Ele seria inspirador em Sua aparência. Portanto, quando eles puseram os olhos no Senhor Jesus e viram que Ele era apenas um judeu comum, que Ele não se chamava Messias e que não tinha nascido em um palácio, eles se recusaram a aceitar a obra do Senhor e chegaram ao ponto de conspirar com as autoridades romanas para pregar o Senhor Jesus na cruz, e por conseguinte foram punidos por Deus. Não importa como os fariseus condenaram ou resistiram ao Senhor, no entanto; o Senhor ter aparecido e trabalhado são fatos, e Ele completou a obra de redenção de toda a humanidade. Portanto, Deus ter aparecido e estar trabalhando não é algo que pode ser determinado com base no reconhecimento ou não das pessoas, mas sim com base nos fatos da obra de Deus. Os desastres são agora uma ocorrência frequente, o estado de Israel ressuscitou e quatro luas de sangue foram vistas — todas estas coisas são o cumprimento das profecias da vinda do Senhor (Veja Também: O Senhor Jesus já voltou e 5 profecias foram cumpridas). Se o Senhor voltou e ainda assim esperamos passivamente que Ele desça sobre uma nuvem, não estaríamos em grande risco de repetir os mesmos erros que os fariseus quando eles resistiram ao Senhor Jesus? Tal como dizem as palavras de Deus: “Pergunto-lhes novamente: não é extremamente fácil para vocês cometerem os erros dos antigos fariseus, já que vocês não têm o menor entendimento de Jesus? Você consegue discernir o caminho da verdade? Consegue se certificar verdadeiramente de que não irá se opor a Cristo? Consegue acompanhar a obra do Espírito Santo? Se não sabe se irá ou não se opor a Cristo, então digo que você já está vivendo à beira da morte. Aqueles que não conheciam o Messias eram todos capazes de se opor a Jesus, ou de rejeitar a Jesus, de difamá-Lo. As pessoas que não entendem Jesus são todas capazes de negá-Lo, e de injuriá-Lo. Ademais, são capazes de ver a volta de Jesus como engano de Satanás, e mais pessoas irão condenar Jesus de volta à carne. Isso tudo não os deixa com medo?

Na verdade, em relação a como exatamente o Senhor virá nos últimos dias, existem outras profecias que falam da vinda do Senhor em segredo além das profecias na Bíblia a respeito da descida do Senhor sobre uma nuvem: “Mas à meia-noite ouviu-se um grito: Eis o noivo! saí-lhe ao encontro!” (Mateus 25:6).  “Pois se não vigiares, virei como um ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei” (Apocalipse 3:3). “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a Minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele Comigo” (Apocalipse 3:20).  As palavras nestes versos da Escritura, “à meia-noite ouviu-se um grito” e “virei como um ladrão”, mostram que, quando o Senhor voltar, Ele virá silenciosamente, Ele descerá em segredo entre a humanidade e baterá à nossa porta com as Suas palavras. Se o Senhor nos aparecesse nos últimos dias, descendo sobre uma nuvem, como se cumpririam essas profecias? Se o Senhor viesse sobre uma nuvem, Ele teria alguma necessidade de bater à nossa porta? Se o Senhor aparecesse a todos que creem que Ele virá sobre uma nuvem, então ninguém ousaria resistir a Ele e todos cairiam a Seus pés. Se isso acontecesse, como então se realizariam as profecias na Bíblia sobre a obra do Senhor de separar o trigo do joio, as ovelhas das cabras e as virgens sábias das virgens tolas quando Ele voltar? Portanto, não podemos pegar alguns versículos de profecia e usá-los para determinar que o Senhor aparecerá para nós descendo sobre uma nuvem branca quando Ele voltar, pois fazendo isso, estaremos aptos a interpretar mal a vontade de Deus.


Filme evangélico “O mistério da divindade: a continuação” Trecho 1 – Como Senhor aparecerá ao homem quando Ele voltar?


Como devemos buscar a aparição de Deus?

Baseando nossa discussão em profecias bíblicas, nós apenas falamos sobre como o Senhor voltará de outra forma, a volta em segredo. Então, como devemos buscar a aparição de Deus? O Senhor Jesus disse: “As Minhas ovelhas ouvem a Minha voz, e Eu as conheço, e elas Me seguem” (João 10:27).  E em Apocalipse, é muitas vezes profetizado que “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”  (Apocalipse Capítulos 2-3). Podemos ver pelas palavras do Senhor e pelas profecias do Apocalipse que, para buscar a aparição do Senhor, não podemos simplesmente esperar passivamente que o Senhor desça sobre uma nuvem. Ao invés disso, devemos aprender a ouvir a voz de Deus e buscar o que o Espírito Santo diz para as igrejas. Vamos dar uma olhada no que dizem as palavras de Deus: “Onde Deus aparece? Onde estão as pegadas de Deus? Vocês já receberam as respostas? Muitos responderiam da seguinte maneira: Deus aparece entre aqueles que O seguem e Suas pegadas estão entre nós; é simples assim! Qualquer um pode oferecer uma resposta convencional, mas vocês compreendem o que quer dizer a aparição de Deus e o que são as Suas pegadas? A aparição de Deus diz respeito à Sua chegada a terra para realizar Sua obra em pessoa. Com Sua identidade e Seu caráter próprios, e de um jeito que Lhe é inato, Ele desce entre os homens para conduzir a obra de iniciar uma era e terminar uma era. Esse tipo de aparição não é uma forma de cerimônia. Não é um sinal, uma imagem, um milagre nem algum tipo de visão grandiosa, muito menos algum tipo de processo religioso. É um fato real e genuíno que pode ser tocado e contemplado por qualquer um. Esse tipo de aparição não é pelo bem de agir sem se envolver ou pelo bem de um empreendimento de curto prazo; antes, é pelo bem de uma etapa da obra em Seu plano de gerenciamento.

…Por essa razão, uma vez que estamos buscando as pegadas de Deus, cabe a nós buscar a vontade de Deus, as palavras de Deus, as declarações de Deus, pois onde há novas palavras de Deus, a voz de Deus está ali, e onde há os passos de Deus, os feitos de Deus estão ali. Onde quer que haja a expressão de Deus, ali, Deus aparece, e onde quer que Deus apareça, ali, existem o caminho, a verdade e a vida. Na busca pelas pegadas de Deus vocês ignoraram as palavras de que ‘Deus é o caminho, a verdade e a vida’. Assim, mesmo quando recebem a verdade, muitas pessoas não acreditam que tenham encontrado as pegadas de Deus e muito menos reconhecem a aparição de Deus. Que erro gravíssimo! A aparição de Deus não pode ser acomodada às concepções do homem, e muito menos Deus irá aparecer por ordem do homem. Deus faz Suas escolhas próprias e tem Seus planos próprios quando realiza Sua obra; além disso, Ele tem Seus objetivos próprios e Seus métodos próprios. Qualquer que seja a obra que realiza, Ele não tem necessidade de discuti-la com o homem nem de buscar o conselho do homem, muito menos de informar a cada pessoa individualmente sobre Sua obra. Esse é o caráter de Deus que deve, mais ainda, ser reconhecido por todos.

As palavras de Deus nos permitem entender que, se quisermos testemunhar a aparição de Deus e encontrar os passos de Deus, então o mais importante é que procuremos as declarações de Deus. Costumávamos acreditar que testemunhar a aparição de Deus significava ver o corpo espiritual do Senhor sobre uma nuvem branca surgindo de repente diante de nós. Na verdade, Deus aparecer ao homem não é um sinal de nada e não é uma aparição momentânea. Em vez disso, o próprio Deus desce entre os homens para realizar a obra de salvar a humanidade, para encerrar a velhice, para dar a verdade ao homem e para conduzir o homem para a nova era. Se encontrarmos as novas declarações de Deus, portanto, ouviremos Sua voz e testemunharemos Sua aparição. Quando o Senhor Jesus apareceu e trabalhou, Ele terminou a obra da Era da Lei, começou a nova era, expressou o caminho do arrependimento, ensinou as pessoas a confessarem e se arrependerem, a serem tolerantes e pacientes, a amarem seus inimigos e muito mais. Ele também revelou os mistérios do reino dos céus e as condições para a entrada no céu e assim por diante. Ele disse coisas como, “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus” (Mateus 4:17) e “Nem todo o que Me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus” (Mateus 7:21).  Estas palavras referem-se a como entramos no reino do céu e soam incrivelmente profundas, assim como autoritárias e poderosas. Nenhum ser humano poderia ter dito tais palavras, mas elas são as expressões do Deus encarnado na terra. Aqueles que ouviram os sermões do Senhor Jesus, que foram capazes de reconhecê-los como a voz de Deus e aceitar a obra do Senhor Jesus foram os que testemunharam a aparição de Deus e seguiram os Seus passos. Aqueles, por outro lado, que se agarraram obstinadamente às leis e simplesmente esperaram a vinda do Messias, ainda se recusaram a reconhecer que Ele era a aparição de Deus apesar de ter ouvido as palavras do Senhor Jesus e visto que os milagres que Ele realizava não poderiam ter sido feitos pelo homem. Mas, ao invés disso, eles julgaram e condenaram o Senhor Jesus, dizendo que Ele falava blasfêmias e que Ele expulsava os demônios pelo poder de Belzebu. Estas pessoas foram incapazes de reconhecer a voz de Deus e foram as virgens tolas (Veja Também: Quais são as virgens prudentes? Quais são as virgens tolas?), e foram aquelas a quem Deus expôs e eliminou. Para saudar a aparição do Senhor, portanto, é crucial que tenhamos o cuidado de ouvir a voz de Deus. O Senhor Jesus profetizou há muito tempo que Ele expressaria mais verdades quando Ele voltasse, por exemplo: “Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, Aquele, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por Si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras” (João 16:12-13).  “Quem Me rejeita, e não recebe as Minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia” (João 12:48). Em João 17:17, Ele disse, “Santifica-os na verdade, a Tua palavra é a verdade.” E 1 Pedro 4:17 diz, “Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus.”  Estes versículos nos mostram que, quando o Senhor voltar, Ele expressará mais e maiores verdades do que aquelas que foram expressadas na Era da Graça, de acordo com a nossa estatura. Ou seja, Ele irá expressar “ouça o que o Espírito diz às igrejas” e Ele realizará o trabalho de julgamento começando na casa de Deus. Ele usará as verdades que Ele expressa para nos purificar das nossas corrupções, para nos libertar dos laços do pecado e para nos purificar, para que assim possamos entrar no reino de Deus. Para saudar a aparição do Senhor, portanto, nossa tarefa urgente é buscar o que o Espírito Santo diz para as igrejas.


A aparição de Deus trouxe uma nova era – As palavras de Deus dos últimos dias


Deus agora apareceu e está trabalhando — você reconheceu a voz Dele?

Onde vamos então buscar o que o Espírito Santo diz para as igrejas? A verdade é que o Senhor voltou há muito tempo como Deus Todo-Poderoso, o Cristo dos últimos dias. Ele encarnou como o Filho do homem e apareceu na China para realizar a Sua obra. Ele expressou todas as verdades para purificar e salvar a humanidade, Ele realizou a obra de julgamento começando na casa de Deus, e Ele trouxe o fim da Era da Graça e começou a Era do Reino. O evangelho do Reino de Deus Todo-Poderoso alcançou agora o Ocidente e as palavras do Deus Todo-Poderoso foram traduzidas para mais de 20 línguas que são publicadas na internet para toda a humanidade buscar e investigar. Isto cumpriu a profecia na Bíblia que diz: “Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem” (Mateus 24:27). Nos últimos dias, Deus Todo-Poderoso revelou o mistério da obra de gestão de seis mil anos de Deus, revelou a raiz pecaminosa da resistência dos homens a Deus e mostrou-nos o caminho para sermos purificados e salvos. Estas verdades são a verdadeira luz que sai do Oriente e brilha até mesmo para o Ocidente. Vamos ler agora algumas passagens das palavras de Deus Todo-Poderoso e veremos por nós mesmos se elas são a verdade e se são a voz de Deus.

Deus Todo-Poderoso diz, “Durante os muitos anos da Minha obra, o homem recebeu muito e desistiu de muito, no entanto, Eu ainda digo que o homem não acredita realmente em Mim. Isso porque o homem meramente reconhece que Eu sou Deus com seus lábios enquanto discorda da verdade de que Eu falo e, menos ainda, pratica a verdade que Eu exijo dele. Em outras palavras, o homem reconhece apenas a existência de Deus, mas não a da verdade; o homem reconhece apenas a existência de Deus, mas não a da vida; o homem reconhece apenas o nome de Deus, mas não Sua substância. Devido a seu zelo, o homem se tornou detestável para Mim. Porque o homem usa palavras que são apenas agradáveis ao ouvido para Me enganar, e nenhum deles Me adora com um coração verdadeiro. Sua fala abriga a tentação da serpente; mais ainda, é insolente ao extremo, uma verdadeira proclamação feita pelo arcanjo. Além do mais, seus atos são esfarrapados e rasgados num grau vergonhoso; seus desejos sem moderação e suas intenções cobiçosas são ofensivas aos ouvidos. Todos vocês se tornaram mariposas na Minha casa, objetos a serem descartados com desprezo. Porque nenhum de vocês é amante da verdade, mas, sim, homens que desejam bênçãos, subir aos céus e ter a visão magnífica de Cristo exercendo Seu poder na terra. Mas vocês já pensaram como uma pessoa como vocês, tão profundamente corrompida e que não tem a menor ideia de quem Deus é, poderia ser digna de seguir a Deus? Como você poderia subir aos céus? Como você poderia ser digno de ver a magnificência que não tem precedentes em seu esplendor?

O propósito da sua fé em Deus é usar Deus para concretizar seus objetivos. Isso não um fato adicional da sua ofensa contra o caráter de Deus? Vocês creem na existência do Deus no Céu, mas negam a do Deus na terra. Todavia, não aprovo os pontos de vista de vocês. Eu só aprovo as pessoas que mantêm os pés no chão e servem ao Deus na terra; jamais aprovo aquelas que nunca reconhecem o Cristo que está na terra. Não importa o quanto essas pessoas sejam leais ao Deus no Céu, no final das contas, elas não escaparão da Minha mão que pune os perversos. Esses homens são os perversos; eles são os perversos que se opõem a Deus e nunca obedeceram a Cristo de bom grado. É claro que seu número abrange todos os que não conhecem nem, além disso, reconhecem Cristo.

Eu lhes digo: aqueles que creem em Deus por causa dos sinais são certamente a categoria que sofrerá a destruição. Aqueles que são incapazes de aceitar as palavras de Jesus que voltou à carne são certamente a progênie do inferno, os descendentes do arcanjo, a categoria que será sujeita à destruição eterna. Muitas pessoas podem não se importar com o que digo, mas ainda quero contar a todo assim chamado santo que segue a Jesus que, quando virem Jesus descer dos céus sobre uma nuvem branca com seus próprios olhos, isso será a aparição pública do Sol da justiça. Talvez esses sejam tempos de grande empolgação para você, mas você deve saber que o tempo em que você testemunhar Jesus descendo dos céus é também o tempo em que você descerá ao inferno para ser punido. Esse será o tempo do fim do plano de gestão de Deus e será quando Deus recompensará os bons e punirá os perversos. Pois o juízo de Deus terá terminado antes que o homem veja sinais, quando houver apenas a expressão da verdade. Aqueles que aceitarem a verdade e não buscarem sinais, e assim foram purificados, terão regressado diante do trono de Deus e entrado no abraço do Criador. Somente aqueles que persistirem crendo que ‘o Jesus que não vem sobre uma nuvem branca é um falso cristo’ estarão sujeitos à punição eterna, pois eles somente creem no Jesus que mostra sinais, mas não reconhecem o Jesus que proclama o rigoroso juízo e libera o verdadeiro caminho da vida. E assim, só pode ser que Jesus lide com eles quando Ele voltar abertamente sobre uma nuvem branca. Eles são obstinados demais, confiantes demais em si mesmos, arrogantes demais. Como tais degenerados poderiam ser recompensados por Jesus?

Agora que lemos estas palavras de Deus Todo-Poderoso que julgam e expõem o homem, confio que aqueles irmãos e irmãs que possuem ambos coração e espírito serão capazes de perceber a autoridade e o poder nas palavras de Deus e ver a aparição do caráter justo de Deus. As palavras de Deus Todo-Poderoso expõem o nosso caráter corrupto de estarmos fartos da verdade, de sermos gananciosos, de sermos enganadores, de sermos arrogantes e convencidos e mais, bem como as visões erradas que temos na nossa fé em Deus. Costumávamos acreditar que trabalhando duro, desistindo de tudo, sofrendo e pagando o preço, éramos os que mais amavam a Deus. É só ao aceitar o julgamento das palavras de Deus, que vemos que os nossos caracteres são demasiado arrogantes, e quando a aparência e obra de Deus não se conformam com as nossas próprias noções, chegamos ao ponto de delimitar a obra de Deus com as nossas próprias noções e imaginações. Também podemos ver que nossa fé em Deus é corrompida demais; não cremos em Deus para que possamos ganhar a verdade e retribuir Seu amor, mas sim para que possamos ganhar bênçãos, fugir dos desastres e entrar no reino dos céus. Embora possamos ser capazes de nos despender por Deus, ainda assim não obedecemos verdadeiramente a Deus ou não amamos a Deus. Quando Deus nos abençoa, desejamos nos despender por Ele, mas, quando adversidades e provações nos acontecem, somos incapazes de deixar de nos queixar e culpar a Deus, e até duvidamos de Deus e O negamos. Sem o julgamento dessas palavras, não teríamos nenhum autoconhecimento e ainda estaríamos cantando nossos próprios louvores, acreditando que somos pessoas que amam e obedecem a Deus e que serão levados para o reino dos céus quando o Senhor voltar. Depois de termos aceitado o julgamento das palavras de Deus, porém, passamos a perceber como Deus é santo e justo. Tomamos consciência de que não perseguir a verdade ou procurar nos livrar do pecado em nossa fé em Deus, mas ao invés disso, crer n’Ele meramente para receber bênçãos e ganhar graça, é usar Deus e ofender o Seu caráter. Nós então não ousamos mais dizer que somos obedientes a Deus, e sentimos que fomos corrompidos muito profundamente, e que devemos nos apressar para perseguir a verdade, abandonar nossa carne e descartar nosso caráter corrupto. Ao mesmo tempo, passamos a compreender o grande cuidado e consideração que o Cristo dos últimos dias tem em expressar a verdade e julgar a humanidade. Nós entendemos que, embora as palavras de julgamento de Deus para o homem possam ser severas, elas são ditas para que possamos refletir sobre nós mesmos e alcançar o verdadeiro arrependimento e mudança. Dentro do caráter justo de Deus pode ser encontrada a misericórdia de Deus para conosco. Se não experimentarmos o julgamento e o castigo de Deus, nunca seremos capazes de ver quão profundamente Satanás nos corrompeu, nunca poderemos conhecer o justo e majestoso caráter de Deus que não permite ofensa, um coração temente a Deus não surgirá dentro de nós e nunca seremos capazes de nos libertar dos laços do pecado e nos tornarmos pessoas verdadeiramente obedientes a Deus. Se não fosse por Deus encarnado expressando Suas palavras, de quem seriam as palavras a revelar o santo e justo caráter de Deus que não ofende? Quem mais poderia julgar e revelar a nossa essência corrupta com as suas palavras? Todas as verdades que Deus Todo-Poderoso expressa nos últimos dias que julgam e purificam o homem revelam inteiramente a identidade e a posição de Deus; Suas verdades são julgamento e condenação para o homem, mas são também purificação e salvação. Nos últimos dias e antes da chegada da grande tribulação, Deus usa Suas palavras para buscar aqueles que anseiam por Sua aparição. É exatamente como no tempo de Noé. Antes da grande enchente chegar, Deus mandou Noé pregar o evangelho para salvar as pessoas, e aqueles que foram capazes de aceitar o evangelho e que acreditaram nas palavras de Deus sobreviveram. Os oito membros da família de Noé ouviram Suas palavras e obedeceram. Eles embarcaram na arca e assim sobreviveram, enquanto que aqueles que não viram os fatos e, portanto, não creram, foram destruídos pelo dilúvio. Agora, nos últimos dias, aqueles que aceitam o julgamento das palavras de Cristo dos últimos dias são purificados e mudados. Eles são transformados em vencedores por Deus antes da grande tribulação chegar, eles são guiados por Deus para a próxima era e herdam as bênçãos e promessas de Deus. Uma vez que Deus tenha feito um grupo de vencedores, Deus libertará a grande tribulação e recompensará os bons e castigará os maus. Ele virá sobre uma nuvem e se revelará abertamente ao homem, e aqueles que apenas esperaram que o Senhor descesse sobre uma nuvem e que se recusaram a aceitar o trabalho secreto de Deus serão varridos nos desastres e punidos, e haverá muito pranto e ranger de dentes. Este será o cumprimento da profecia da Bíblia que diz, “Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória” (Mateus 24:30).

Como devemos então abordar a obra de Deus nos últimos dias para que possamos estar de acordo com a vontade de Deus? Deus Todo-Poderoso diz, “A volta de Jesus é uma grande salvação para aqueles que são capazes de aceitar a verdade, mas para aqueles que são incapazes de aceitar a verdade, é um sinal de condenação. Vocês devem escolher sua própria senda e não devem blasfemar contra o Espírito Santo nem rejeitar a verdade. Vocês não devem ser pessoas ignorantes e arrogantes, mas pessoas que obedecem a direção do Espírito Santo e almejam e buscam a verdade; somente assim vocês serão beneficiados. Eu os advirto a trilhar a senda da fé em Deus com cuidado. Não tirem conclusões precipitadas; e mais, não sejam casuais e despreocupados em sua crença em Deus. Vocês devem saber que, no mínimo, aqueles que acreditam em Deus devem ser humildes e reverentes. Aqueles que ouviram a verdade e ainda assim desdenham dela são tolos e ignorantes. Aqueles que ouviram a verdade e ainda assim negligentemente tiram conclusões precipitadas ou a condenam estão tomados de arrogância. Ninguém que crê em Jesus está qualificado a amaldiçoar ou condenar outros. Todos vocês devem ser pessoas racionais e que aceitem a verdade. Talvez, tendo ouvido o caminho da verdade e lido a palavra da vida, você creia que somente uma em dez mil dessas palavras estejam de acordo com suas convicções e a Bíblia, e então você deve continuar a buscar naquele décimo milésimo dessas palavras. Ainda advirto você a ser humilde, a não ser confiante demais e a não se exaltar alto demais. Com seu coração tendo tão parca reverência por Deus, você ganhará maior luz. Se examinar estas palavras cuidadosamente e as contemplar repetidamente, você irá entender se elas são ou não a verdade, e se elas são vida ou não.” Dentro das palavras de Deus Todo-Poderoso estão as Suas expectativas para nós. Deus espera que, quando encontrarmos a Sua obra dos últimos dias, não a delimitemos com as nossas noções e imaginações, mas que nos tornemos humildes buscadores da verdade, que escutemos as verdades que Deus expressa e procuremos descobrir se essas verdades são realmente a voz de Deus. Somente fazendo isso poderemos saudar a aparição do Senhor, pois, se não o fizermos, então teremos passado muitos anos acreditando em Deus apenas para perder esta oportunidade de saudar o Senhor e será tarde demais para lamentar.

Por Xinjie


Recomendado para Você:

Agora, desastres estão ocorrendo cada vez mais no mundo inteiro, Os sinais do fim dos tempos ocorreram. Como ser arrebatado antes da grande tribulação? Este artigo tem a resposta correta: Como vai ser o arrebatamento antes da grande tribulação?

Agora são os últimos dias. Os desastres ocorrem com frequência e tornam-se cada vez maiores. Estes são os avisos e lembretes de Deus para a humanidade. Se você tiver quaisquer outras dúvidas ou quer saber mais sobre a volta do Senhor Jesus, como acolher o Senhor para ser arrebatado antes dos desastres, etc., sinta-se livre para clicar no botão a seguir para entrar em contato conosco. Se você quiser, pode se juntar ao nosso grupo de estudo.
Converse conosco no WhatsApp