Você sente o amor de Deus?

03/11/2019
7 minutos a ler

Mulher livre para soltar os braços

Por Luping

As estações vêm e vão, e as flores florescem e murcham. Todas as coisas mudam, mas o que não muda é o percurso da vida. A grama reclama por não ter a beleza das flores? Os macacos reclamam por não terem o poder dos leões? Sem entender suas linguagens, não consigo dizer as respostas.

Contudo, em nossa vida humana, associando com pessoas de todos as etapas na caminhada da vida, eu ouvi reclamações demais sobre nossa origem, aparência, altura, emprego, casamento, família, e assim por diante. Quando se trata desses fatores sobre nossos destinos, todos parecem ter frustração, indisposição e insatisfação demais, e eu já fui uma dessas pessoas.

Não posso deixar de olhar para o meu passado. Durante minha infância, os prêmios escolares não me deram felicidade: Sem roupas decentes para usar quando recebia os prêmios no palco, com frequência eu me sentia aflita, e até chorava e gritava com minha mãe, reclamando por que ela me havia dado à luz.

Eu fico pensando sobre o meu passado. A amargura da minha vida no ensino médio era como laranja azeda. Naquela época, havia uma grande diferença entre a condição financeira de minha família e a de meus colegas de classe. Eles podiam ter pães cozidos no almoço, enquanto eu tinha que beliscar sabugos de milho duros como pedra, que com frequência me causavam refluxo ácido. Por esta razão, eu reclamava de novo, “Nós temos a mesma idade e vivemos no mesmo mundo, mas por que há tanta diferença entre nós?”

Na idade de casar, garotas da minha idade já eram altas, magras e bonitas enquanto eu era tão comum que ninguém prestava atenção em mim no meio da multidão. Mais tarde, todos as minhas colegas de classe se casaram com maridos bonitos e ideais, mas eu ainda era solteira. E então, minha juventude se foi em reclamações e melancolia sem fim.

Com 26 anos de idade, finalmente me casei, o que eu pensava seria o início de minha vida feliz. De repente, após o casamento, meu marido passava o dia inteiro vadiando, e nem sabia como realizar trabalho de fazenda. Como resultado, outras pessoas celebraram o Festival de Primavera com felicidade, enquanto nós não tínhamos dinheiro para fazer as compras para o festival.

Sob a pressão enorme da vida, fiquei com doença cardíaca apenas um semestre após o casamento, pela qual gastamos muito dinheiro e ficamos com uma dívida pesada. Além disso, eu não podia gerar filhos. Então, meu marido e minha sogra passaram a falar comigo friamente. Desde então, eu mergulhei em uma escuridão sem fim.

Durante aqueles anos, eu não sentia nenhuma alegria por viver, assim como um boneco sem alma. Após anos de reclamações, eu estava exausta com dor infinita e perplexidade no fundo do meu coração. Na época, eu estava só, assim como lentilha aquática sem raízes flutuando na água. Eu ansiava por alguém que me contasse sobre a vida e a destinação para resolver minha perplexidade sobre o destino e me fazer viver um pouco mais livremente.

O tempo passou dia após dia. Durante esses anos, fiquei lutando, mas não ganhei nada além de dores e sofrimentos. Eu sentia que não podia achar a destinação que meu coração ansiava nesse mundo tão grande. Eu não sabia por que todas as desgraças haviam caído sobre mim. Muitas vezes eu quase desabei na dor, realmente queria gritar histericamente: Quem pode me ajudar?

Como diz o ditado, “Quando um está no fim da estrada, haverá uma nova esperança”. Justamente quando eu estava em total perplexidade e desespero, o amor de Deus veio sobre mim, me trazendo esperança e me salvando da miséria e escuridão.

Um dia, minha colega de classe pregou o evangelho de Deus para mim. Quando ela me perguntou sobre minha perspectiva sobre a vida, eu dei um sorriso amargurado, pensando: Veja minha situação atual. Eu quase perdi a esperança na vida, então que perspectiva eu poderia ter? Mas de alguma forma eu sentia levemente que minha vida parecia virar para algo melhor. Então, eu falei sobre a minha angústia com ela. Após ouvir o que eu disse, ela leu uma passagem das palavras de Deus para mim: “Desde a criação do mundo Eu comecei a predestinar e selecionar este grupo de pessoas, a saber, vocês hoje. O temperamento de vocês, seu calibre, aparência, estatura, a família em que você nasceu, seu trabalho e casamento, sua totalidade, até a cor de seu cabelo e de sua pele, o momento de seu nascimento, tudo foi arranjado pelas Minhas mãos.

Após ler essas palavras, ela me disse, “Nós não podemos entender por que Deus arranja uma vida diferente para cada um de nós, mas precisamos crer que devem ter boas intenções de Deus por detrás disso. Como os humanos foram criados por Deus, Ele é responsável por nós. Só precisamos silenciar nosso coração diante Dele com frequência, ler mais Suas palavras, e buscar conhecê-Lo. Então, iremos entender muitas verdades e mistérios das vida e do destino; iremos crer e obedecer na soberania de Deus e seus arranjos sem reclamar sobre a vida, colocando-a e seus prospectos nas mãos de Deus. Deste modo, nos sentiremos mais afirmados e iluminados em nossos corações”.

Naquele dia, ela leu várias palavras de Deus para mim sobre como conhecer a soberania de Deus sobre o destino do homem. Quanto mais eu ouvia as palavras de Deus, mais eu me sentia libertada em meu coração. Meu desejo por muitos anos, de ansiar por alguém que me mostrasse a direção da vida, finalmente se tornou realidade. Desde então, me tornei Cristã e não consigo ficar longe das palavras de Deus.

Conforme li mais e mais as palavras de Deus após crer Nele, minha perplexidade sobre o destino foi sendo resolvida aos poucos. Finalmente entendi que o meu destino, contendo as intenções meticulosas de Deus, foi arranjado pelo Criador com o maior cuidado. Ele sabe minha necessidades, e arranjou ambientes propícios para me proteger de ser influenciada e possuída por tendências malignas. Deste modo, eu pude silenciar meu coração para ouvir a voz de Deus sem o vínculo à fama e riqueza externa e voltei a Ele ouvindo o evangelho.

No passado, eu pensava que um contexto de boa família e boa aparência eram pré-condições para ganhar uma vida feliz, assim como fama e riqueza. Agora, percebo que qualquer um que conhece o Criador é exatamente a pessoa mais feliz, e qualquer um que adora a Deus de coração e com honestidade é a pessoa mais linda. Isto é porque a paz e a certeza no espírito, que não podem se dar por um visual maravilhoso ou prazer material, só podem ser dados por Deus.

Foi ainda mais incrível que minha doença cardíaca foi curada inconscientemente não muito tempo depois de crer em Deus. Através dessa experiência, eu provei o amor de Deus e vi a autoridade e poder de Suas palavras. Deus diz: “A palavra de Deus de fato é doce! A palavra de Deus é um remédio poderoso! Envergonhe os demônios e Satanás! Se compreendermos a palavra de Deus, teremos apoio e Sua palavra rapidamente salvará nossos corações! Ela dissipa todas as coisas e faz com que tudo fique em paz”. Ele é tão bom quanto Sua palavra e Sua palavra se tornará realidade. De fato, eu não orei a Deus para curar minha doença. Eu só acreditei Nele normalmente e O adorei, mas Ele foi bondoso comigo e removeu minha doença. Tendo provado o amor de Deus, eu tenho mais fé Nele e não sou mais negativa e fraca, sentindo que o percurso de minha vida está se tornando cada vez mais iluminado.

As estações vêm e vão, e as flores florescem e murcham. Deus arranja o percurso de nossa vida dependendo de nossas necessidades, na esperança de que nós obedeçamos às Suas palavras e caminhemos no caminho certo da vida temendo a Deus e rejeitando o mal e recebendo a orientação e bênçãos Dele. Agora, você sente o amor de Deus?

Agora são os últimos dias. Os desastres ocorrem com frequência e tornam-se cada vez maiores. Estes são os avisos e lembretes de Deus para a humanidade. Se você tiver quaisquer outras dúvidas ou quer saber mais sobre a volta do Senhor Jesus, como acolher o Senhor para ser arrebatado antes dos desastres, etc., sinta-se livre para clicar no botão a seguir para entrar em contato conosco. Se você quiser, pode se juntar ao nosso grupo de estudo.