Palavra de Deus (Seleções)
Prática (2)
Prática (2)
No passado, as pessoas se treinavam para estar com Deus e viver no espírito em cada momento. Comparada com a prática de hoje, essa era uma forma simples de treinamento espiritual e constitui o primeir…
Três admoestações
Três admoestações
[audio src="https://audio.biblesearches.org/PTshlsy/shlsy79.m4a"] Como crente em Deus, você não deve ser leal a ninguém senão a Ele em todas as coisas, e deve ser capaz de se conformar à Sua…
A identidade inerente do homem e seu valor: o que realmente são?
A identidade inerente do homem e seu valor: o que realmente são?
Vocês foram separados da lama e, de qualquer forma, vocês foram selecionados da ralé, imundos e odiados por Deus. Vocês pertenciam a Satanás e, uma vez, foram pisoteados e maculados por ele. É por iss…
Elevar o calibre é para o bem de receber a salvação de Deus
Elevar o calibre é para o bem de receber a salvação de Deus
Aprimorar o calibre das pessoas requer que vocês aprimorem sua habilidade de receber, de modo que vocês sejam capazes de entender as palavras de Deus e de saber como praticar de acordo com elas. Esse …
Palavra de Deus do dia
Palavra de Deus do dia "A verdadeira história por trás da obra na Era da Redenção" (Trecho 2)
Deus Todo-Poderoso diz: "A obra que Jesus fez estava de acordo com as necessidades do homem naquela era. Sua tarefa era redimir a humanidade, perdoar os pecados dela, e assim, Seu caráter era totalmente de humildade, paciência, amor, piedade, tolerância, misericórdia e benignidade. Ele abençoou a humanidade ricamente, trouxe-lhe graça em abundância, e todas as coisas que as pessoas poderiam desfrutar, Ele as concedeu para o seu deleite: paz e felicidade, Sua tolerância e amor, Sua misericórdia e benignidade. Naqueles dias, tudo o que as pessoas encontravam era uma abundância de coisas para desfrutar: seus corações estavam em paz e tranquilizados, seus espíritos foram consolados e elas eram sustentadas pelo Salvador Jesus. Elas podiam receber essas coisas em consequência da era em que viviam. Na Era da Graça, o homem já havia se submetido à corrupção de Satanás e, assim, a obra de redimir toda a humanidade requereu uma abundância de graça, tolerância e paciência infinitas e, ainda mais, uma oferta suficiente para expiar os pecados da humanidade, para alcançar o resultado. O que a humanidade viu na Era da Graça foi meramente Minha oferta de expiação pelos pecados dela, isto é, Jesus. Tudo o que as pessoas sabiam era que Deus poderia ser misericordioso e tolerante, e tudo o que elas viram foi a misericórdia e a benignidade de Jesus. Isso ocorreu porque viviam na Era da Graça. Antes que pudessem ser redimidas, tinham que desfrutar dos muitos tipos de graça que Jesus lhes concedia; só isso foi benéfico para elas. Dessa forma, elas poderiam ser perdoadas de seus pecados por meio do gozo da graça e ter a chance de ser redimidas por meio da tolerância e paciência de Jesus. Somente por meio da tolerância e paciência de Jesus é que elas ganharam o direito de receber perdão e desfrutar da abundância da graça concedida por Jesus, assim como Ele disse: “Não vim para redimir os justos, mas os pecadores, para permitir que os pecadores sejam perdoados de seus pecados”. Se Jesus tivesse encarnado com o caráter do julgamento, da maldição e da intolerância às ofensas do homem, o homem nunca teria tido a chance de ser redimido e teria permanecido pecador para sempre. Se assim fosse, o plano de gestão de seis mil anos teria parado na Era da Lei, e a Era da Lei teria sido prolongada por seis mil anos. Os pecados do homem só teriam se tornado mais numerosos e dolorosos, e a criação da humanidade teria sido em vão. Os homens só poderiam ter servido a Jeová sob a lei, mas seus pecados teriam excedido os dos primeiros seres humanos criados. Quanto mais Jesus amava a humanidade, perdoando-lhes os pecados e levando-lhes misericórdia e benignidade, mais as pessoas adquiriam a capacidade de serem salvas e chamadas de cordeiros perdidos que Jesus comprou de volta por um grande preço. Satanás não conseguiu se intrometer nesta obra, porque Jesus tratava Seus seguidores como uma mãe amorosa trata o bebê em seu seio. Ele não Se zangava com eles nem os desprezava, mas os consolava. Ele nunca Se enfurecia no meio deles, mas tolerava os pecados deles e fazia vista grossa à sua tolice e ignorância, a ponto de dizer: “Perdoe os outros setenta vezes sete vezes”. Seu coração transformava o coração dos outros. Desta maneira é que as pessoas receberam o perdão dos pecados por meio de Sua tolerância." Extraído de “A verdadeira história por trás da obra na Era da Redenção”
Por que você não está disposto a ser um contraste?
Vocês precisam considerar seus feitos
[audio src="https://audio.biblesearches.org/PTshlsy/shlsy107.m4a"] A julgar pelas ações e feitos na sua vida, vocês todos necessitam de uma passagem de palavras todos os dias para supri-los …
Por que você não está disposto a ser um contraste?
Por que você não está disposto a ser um contraste?
Os que são conquistados são contrastes, e somente depois de serem aperfeiçoados é que as pessoas são modelos e espécimes da obra dos últimos dias. Antes de se tornarem completos, eles são contrastes, …
A respeito da Bíblia (4)
A respeito da Bíblia (4)
Muitas pessoas acreditam que entender e ser capaz de interpretar a Bíblia é o mesmo que encontrar o caminho verdadeiro – mas, na verdade, será que as coisas são tão simples assim? Ninguém conhece a re…
A respeito da Bíblia (2)
A respeito da Bíblia (2)
A Bíblia também é chamada de Antigo e Novo Testamento. Vocês sabem a que “testamento” se refere? O “testamento” no Antigo Testamento vem da aliança de Jeová com o povo de Israel quando Ele matou os eg…
A respeito da Bíblia (1)
A respeito da Bíblia (1)
Como a Bíblia deveria ser abordada na crença em Deus? Esta é uma questão de princípios. Por que estamos comungando esta pergunta? Porque no futuro você propagará o evangelho e ampliará a obra da Era d…
A visão da obra de Deus (3)
A visão da obra de Deus (3)
A primeira vez que Deus Se tornou carne foi por meio da concepção pelo Espírito Santo, e estava relacionada com a obra que Ele pretendia fazer. A Era da Graça começou com o nome de Jesus. Quando Jesus…
A visão da obra de Deus (2)
A visão da obra de Deus (2)
A Era da Graça pregou o evangelho do arrependimento, e contanto que o homem acreditasse ele seria salvo. Hoje, no lugar da salvação, fala-se apenas em conquista e perfeição. Nunca foi dito que se uma …
Obra e entrada (4)
Obra e entrada (4)
Se o homem pudesse realmente entrar em acordo com a obra do Espírito Santo, sua vida germinaria rapidamente como um broto de bambu depois de uma chuva de primavera. A julgar pela estatura atual da mai…
Obra e entrada (3)
Obra e entrada (3)
Deus confiou muito aos humanos e também lidou com sua entrada de inúmeras maneiras. Mas como o calibre das pessoas é muito baixo, muitas das palavras de Deus não conseguiram fincar raízes. Há várias r…
Obra e entrada (2)
Obra e entrada (2)
Sua obra e entrada são bastante fracas; o homem não dá importância à obra e é ainda mais descuidado com a entrada. O homem não considera essas como lições em que deve entrar; portanto, em sua experiên…
Obra e entrada (1)
Obra e entrada (1)
Desde que as pessoas começaram a percorrer a senda certa da vida, sempre houve várias coisas que ainda não estão claras para elas. Continuam completamente confusas a respeito da obra de Deus, e a resp…
Você deve manter sua devoção a Deus
Você deve manter sua devoção a Deus
Como está o Espírito Santo operando dentro da igreja agora? Você compreende isso? Quais são as maiores dificuldades dos irmãos e irmãs? Do que mais carecem? Presentemente, há algumas pessoas que são n…
Um alerta para aqueles que não praticam a verdade
Um alerta para aqueles que não praticam a verdade
Aqueles dentre os irmãos e irmãs que estão sempre dando vazão à sua negatividade são lacaios de Satanás e perturbam a igreja. Essas pessoas devem um dia ser expulsas e eliminadas. Se, em sua fé em Deu…