Na leitura de hoje: A sabedoria da mulher samaritana

28/08/2020
7 minutos a ler

A sabedoria da mulher samaritana

Na leitura de hoje, vamos ler a história da mulher samaritana e aprender sobre sua sabedoria. É provável que muitos de nós, crentes, estejam familiarizados com a história da mulher samaritana registrada na Bíblia. Quando foi buscar água, ela encontrou o Senhor Jesus, que lhe pediu algo de beber. Pela sua interação com o Senhor Jesus, ela reconheceu que Ele era o Messias predito nas profecias.

Ela era apenas uma mulher comum e não tinha muito conhecimento bíblico, mas foi capaz de reconhecê-lo. Isso é mesmo incrível. Todos nós sabemos que, durante aqueles três anos e meio em que o Senhor Jesus trabalhou na terra, muitas pessoas tiveram um pequeno contato com Ele e, além disso, muitos O ouviram falar. No entanto, muito poucos foram capazes de reconhecer que Ele era o Messias. Então, como a mulher samaritana fez isso? Na leitura de hoje, vamos ler sua história para procurar respostas para essas perguntas juntos.

Está registrado da Bíblia: “Veio uma mulher de Samária tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá- me de beber. Pois seus discípulos tinham ido à cidade comprar comida. Disse-lhe então a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana? (Porque os judeus não se comunicavam com os samaritanos.) Respondeu-lhe Jesus: Se tivesses conhecido o dom de Deus e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe terias pedido e ele te haveria dado água viva… Todo o que beber desta água tornará a ter sede; mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna. Disse-lhe a mulher: Senhor, dá-me dessa água, para que não mais tenha sede, nem venha aqui tirá-la. Disse-lhe Jesus: Vai, chama o teu marido e vem cá. Respondeu a mulher: Não tenho marido. Disse-lhe Jesus: Disseste bem: Não tenho marido; porque cinco maridos tiveste, e o que agora tens não é teu marido; isso disseste com verdade. Disse-lhe a mulher: Senhor, vejo que és profeta. Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que em Jerusalém é o lugar onde se deve adorar. Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me, a hora vem, em que nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos; porque a salvação vem dos judeus. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. Replicou-lhe a mulher: Eu sei que vem o Messias (que se chama o Cristo); quando ele vier há de nos anunciar todas as coisas. Disse-lhe Jesus: Eu o sou, eu que falo contigo… Deixou, pois, a mulher o seu cântaro, foi à cidade e disse àqueles homens: Vinde, vede um homem que me disse tudo quanto eu tenho feito; será este, porventura, o Cristo?” (João 4:7-10, 13-26, 28-29).

Pelas escrituras acima podemos ver que há duas razões principais pelas quais a mulher samaritana foi capaz de reconhecer que o Senhor Jesus era o Messias que veio.

1. Reconhecendo a voz de Deus nas declarações do Senhor Jesus

A princípio, quando o Senhor Jesus pediu água à mulher samaritana, ela ficou desconfiada, porque Ele era judeu, pois os judeus não tinham relações com os samaritanos. Mas depois que o Senhor Jesus disse algumas palavras, ela percebeu que Ele não era comum, então ela O chamou de Senhor. Quando ouviu isso, o Senhor Jesus falou: “Todo o que beber desta água tornará a ter sede; mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna.” Ela sentiu que Suas palavras tinham autoridade e poder e não podiam ser ditas por pessoas comuns. Então, o Senhor Jesus revelou seus segredos mais íntimos, dizendo: “… cinco maridos tiveste, e o que agora tens não é teu marido…” Ela ficou espantada com isso, porque ninguém sabia as coisas que ela fazia em segredo. Mas o Senhor Jesus, que nunca a havia conhecido antes, sabia tudo sobre ela. Ela tinha certeza de que isso era inatingível pelas pessoas comuns, então ela considerou o Senhor Jesus um profeta. Por isso, ela falou sobre sua própria confusão e perguntou onde era o lugar correto para adorar a Deus, Jerusalém ou a montanha. O Senhor Jesus disse: “A hora vem, em que nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai.” Ele também disse a ela com clareza: “… em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.” Depois de ouvir tudo isso, ela reconheceu que o Senhor Jesus era o Messias. Isso aconteceu, porque o Senhor Jesus resolveu sua confusão com apenas uma palavra e também apontou a senda da prática para adorar a Deus. Isso permitiu que ela entendesse que, ao adorar a Deus, os crentes não deveriam ficar presos às formalidades externas, mas deveriam adorá-Lo em espírito e verdade, e que, somente orar de forma genuína e sincera, está de acordo com o coração de Deus. Especialmente quando ouviu o Senhor Jesus dizer: “Eu o sou, eu que falo contigo”, ela ficou alegre e teve ainda mais certeza de que Ele era o Messias. Assim, ela foi para a cidade com pressa e contou as boas notícias para as pessoas de lá. Embora a interação entre ela e o Senhor Jesus fosse curta, o nome pelo qual ela O chamava mudou rapidamente. Isso aconteceu porque ela viu que as palavras do Senhor Jesus teve autoridade e poder, e porque Ele foi capaz de revelar seus segredos mais íntimos e corrupção, resolver seu problema e confusão, e apontar para ela o caminho claro para praticar. Por essa razão, ela reconheceu que o Senhor Jesus era o Messias que veio.

 

2. Colocando-se de lado e buscando com humildade

Na verdade, os samaritanos sempre foram desprezados pelos judeus, e, por isso, eles não se relacionavam. Então, ao ouvir o Senhor Jesus pedir água, ela ficou muito surpresa. Mas ela não se recusou a falar com o Senhor por causa disso, mas O escutou com humildade. Ao ouvir que o Senhor Jesus possuía a água viva, ela foi capaz de se colocar de lado e pedir a Ele para lhe dar a água que poderia trazer sua vida eterna. Quando o Senhor Jesus revelou seus segredos mais ocultos, embora ela não estivesse disposta a mencioná-los, isso não a impediu de falar com Ele e, em vez disso, ela continuou a buscá-Lo. Depois que o Senhor Jesus resolveu a confusão dela e permitiu que entendesse como adorar a Deus para estar de acordo com o coração de Deus, ela reconheceu que o Senhor Jesus era o Messias que veio. A partir disso podemos ver que a outra razão pela qual a mulher samaritana pôde receber a salvação pela graça foi que ela conseguiu se humilhar para buscar a verdade. Assim, ela recebeu a graça de Deus, ouvindo a voz Dele e acolhendo o Messias.

Leia aqui: Erros a serem corrigidos para acolher o retorno do Senhor

Desastres estão acontecendo com frequência em todo o mundo, com terremotos, inundações, pragas de insetos e pandemias cada vez piores. As profecias da Bíblia sobre a segunda vinda do Senhor Jesus já foram cumpridas e o Senhor voltou. Então, como devemos absorver a força da mulher samaritana para que possamos receber o retorno do Senhor Jesus?

1. Prestando atenção para ouvir a voz de Deus

O Senhor Jesus disse: “Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras” (João 16:12-13). E foi profetizado diversas vezes no livro do Apocalipse: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (Apocalipse 2-3). Podemos ver nessas palavras que, quando o Senhor retornar nos últimos dias, Ele falará novamente para nos dizer as verdades que não entendemos. Ele exige que sejamos virgens prudentes e prestemos atenção para ouvir a Sua voz. Desta forma, podemos seguir as pegadas do Cordeiro, participar das bodas e receber a salvação de Deus nos últimos dias. Portanto, se quisermos receber o retorno do Senhor, precisamos buscar as palavras que o Espírito Santo fala a todas as igrejas. Quando alguém dá testemunho de que o Senhor veio para declarar a Sua palavra, devemos seguir o exemplo da mulher samaritana e ouvir se a palavra tem autoridade e poder, e se é capaz de revelar nossas corrupções que ninguém conhece, resolver nossos problemas e dificuldades e indicar-nos o caminho para a prática. Creio que, ao ouvir as palavras do Senhor que retornou, todos os que têm coração e espírito saberão que é a voz de Deus. Assim como disse o Senhor Jesus: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem” (João 10:27).


Veja também:

1-As virgens sábias podem ouvir a voz de Deus e acolher o Senhor

2-Como podemos reconhecer a voz de Deus quando Ele voltar?

3-O Senhor Jesus já voltou e 5 profecias foram cumpridas

4-Quais são as virgens prudentes? Quais são as virgens tolas?


2. Sendo alguém que é pobre de espírito e buscando proativamente

O Senhor Jesus disse: “Pedí, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; e quem busca, acha; e ao que bate, abrir-se-lhe-á” (Mateus 7:7-8). “Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus” (Mateus 5:3).

A busca humilde é o requisito que o Senhor nos impõe e também é a chave para podermos receber o retorno Dele. Então, não devemos buscar Seus passos? O Senhor é fiel. Ele abençoa os pobres de espírito e Se compadece daqueles que têm sede da verdade. Se pudermos buscar com humildade, orar mais ao Senhor e seguir ativamente os Seus passos, então Deus com certeza vai nos guiar e liderar, e nos permitir receber a manifestação do Senhor nos últimos dias.

Agora, apenas a Igreja de Deus Todo-Poderoso testemunha abertamente, que o Senhor Jesus voltou como o Deus Todo-Poderoso encarnado, que Ele expressa verdades para purificar e salvar a humanidade, e para salvar a humanidade do pecado de uma vez por todas. As verdades expressas por Deus Todo-Poderoso são publicadas na internet para que as pessoas de todos os países as busquem e investiguem. Ao ouvir a voz de Deus, pessoas de todas as religiões e denominações que têm sede da verdade voltaram diante de Deus e compareceram às bodas do Cordeiro, uma após a outra. Se quisermos dar as boas-vindas ao Senhor, devemos ser virgens sábias, investigue com seriedade com um coração de humildade, busca e ouve se as verdades expressas por Deus Todo-Poderoso são a voz de Deus. Se as reconhecermos como a voz de Deus e as aceitarmos, isso não é dar boas-vindas ao Senhor? Se não buscarmos ou investigarmos a obra de Deus, depois de ouvir alguém testemunhar que o Senhor voltou, estaremos propensos a nos tornar virgens tolas e perder a chance de receber o retorno do Senhor, perdendo assim a oportunidade de ganhar a salvação de Deus dos últimos dias. Nesta grande questão de dar as boas-vindas ao retorno do Senhor, nossa escolha decidirá nossas perspectivas e destino.

A leitura de hoje termina aqui. Se você tiver alguma dúvida, fique à vontade para nos contatar por chat ao vivo.

Por Zhang Yiping


Recomendado para você:

Filme evangélico “Batendo à porta” Trecho 1 – Qual é a prática mais importante para se acolher a vinda do Senhor?

O Senhor Jesus disse: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem” (João 10:27). Também é profetizado muitas vezes em Apocalipse: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” A voz e as palavras do Espírito Santo são a voz do Senhor, e são as ovelhas de Deus que reconhecerão a Sua voz. Que prática, então, é mais importante para os cristãos ao acolherem a vinda do Senhor?

Enfrentando todos os tipos de dificuldades e pressões na vida, como devemos confiar em Deus para obter fé e força de Deus? Clique para se juntar ao nosso grupo de reunião para encontrar o caminho.