A senda… (2)

01/03/2020
7 minutos a ler

Palavra de Deus "A senda… (2)"

Nossos irmãos e irmãs podem ter alguma ideia da sequência, dos passos e dos métodos da obra de Deus na China continental, mas Eu ainda acho que vale a pena fazer uma retrospectiva dessas coisas ou dar-lhes um rápido resumo. Apenas usarei esta oportunidade para dizer o que está em Meu coração, e não falarei de assuntos além desta obra. Espero que os irmãos e irmãs possam compreender o Meu estado de espírito. Também peço humildemente a todos os que lerem as Minhas palavras que compreendam e perdoem Minha pequena estatura, a inadequação da Minha experiência de vida e Minha incapacidade de manter Minha cabeça erguida diante de Deus. Ainda assim, Minha sensação é que essas nada são senão razões objetivas. Em suma, não importa, nenhuma pessoa, evento nem coisa pode nos impedir de comungar diante de Deus, e espero que nossos irmãos e irmãs possam se juntar a Mim trabalhando mais duro diante de Deus. Eu gostaria de oferecer a seguinte oração: “Ó Deus! Tem misericórdia de nós, para que Meus irmãos, irmãs e Eu lutemos juntos sob o domínio de nossos ideais em comum, que sejamos fiéis a Ti até a morte e que jamais tenhamos qualquer arrependimento!”. Estas palavras são Minha resolução diante de Deus, embora também se possa dizer que são Meu próprio lema como uma pessoa de carne usada por Deus. Compartilhei essas palavras em comunhão com os irmãos e irmãs ao Meu lado muitas vezes e as entreguei àqueles ao Meu lado como uma mensagem. Não sei o que as pessoas pensam a respeito delas, mas, não importa, Eu creio que essas palavras não apenas têm um lado de esforço subjetivo, mas, além disso, que também têm um lado de teoria objetiva. Por isso, é possível que algumas pessoas tenham certas opiniões, e você faria bem em tomar estas palavras como seu lema e ver quão grande se tornará seu desejo de amar a Deus. Algumas pessoas desenvolverão uma certa noção ao lerem estas palavras e pensarão: “Como pode uma coisa tão cotidiana e normal servir de grande impulso para as pessoas amarem a Deus até a morte? Isso nada tem a ver com o tópico que estamos discutindo, ‘A senda’”. Eu reconheço que estas palavras podem não ser muito cativantes, mas sempre achei que elas podem levar as pessoas à trilha certa e permitir que passem por todos os tipos de provações ao longo da senda da crença em Deus sem desanimarem ou retrocederem. É por isso que sempre as trato como Meu lema. Espero que as pessoas também possam refletir sobre elas com cuidado. Minha intenção, no entanto, não é forçar todos a aceitarem os Meus próprios pontos de vista — é apenas uma sugestão. Não importa o que outras pessoas pensem a Meu respeito, acho que Deus entende a dinâmica interna em cada um de nós. Ele está permanentemente operando em cada um de nós, e Sua obra é incansável. Visto que todos nós nascemos no país do grande dragão vermelho, Ele trabalha dessa maneira em nós. Aqueles que nasceram no país do grande dragão vermelho têm a sorte de ganhar essa obra do Espírito Santo. Sendo Eu um deles, tenho uma grande sensação do carinho, do merecimento de respeito e da amabilidade de Deus. Isso é Deus cuidando de nós. O fato de esse império atrasado, conservador, feudalista, supersticioso e depravado do proletariado ser capaz de ganhar esse tipo de obra de Deus mostra o quanto somos abençoados, nós, esse grupo de pessoas na era final. Eu acredito que todos os irmãos e irmãs cujos olhos espirituais estão abertos para ver essa obra irão chorar de alegria como resultado. E nesse tempo, você não se expressará a Deus dançando de alegria? Você não oferecerá a canção em seu coração a Deus? Nesse tempo, você não mostrará sua determinação para com Deus e fará um outro plano diante Dele? Eu acho que tudo isso é o que um verdadeiro crente em Deus deveria fazer. Acredito que, como seres humanos, cada um de nós deveria ter algum tipo de expressão diante de Deus. Isso é o que uma pessoa que tem sentimentos deveria fazer. Uma olhada no calibre de todos entre nós e no local onde nascemos mostra o tanto de humilhação que Deus suportou para estar entre nós. Podemos ter em nós algum conhecimento de Deus, mas aquilo que sabemos, que Deus é tão grande, tão supremo e tão honroso é suficiente para deixar em destaque quão grande tem sido o Seu sofrimento entre a humanidade. Essas palavras Minhas, porém, ainda são vagas, e as pessoas só conseguem tratá-las como letras e doutrina, pois as pessoas em nosso meio estão demasiadamente entorpecidas e imbecilizadas. Minha única opção é, portanto, investir mais esforço para explicar essa questão a todos aqueles irmãos e irmãs que a aceitam, de modo que nossos espíritos possam ser movidos pelo Espírito de Deus. Que Deus abra nossos olhos espirituais para que possamos ver o preço que Ele pagou, o esforço que Ele fez e a energia que Ele despendeu por nós.

Como um dos que aceitou o Espírito de Deus na China continental, Eu tenho um senso profundo de quão deficiente é o nosso calibre. (Espero que nossos irmãos e irmãs não se sintam negativos por causa disso — essa é a realidade da situação.) Em Minha vida prática, tenho visto claramente que tudo o que temos e somos é tão retrógrado. Em termos dos aspectos principais, é como nos conduzimos na nossa vida e no nosso relacionamento com Deus, e, em termos dos aspectos menores, é cada ideia e cada pensamento nosso. Todas essas são coisas que existem objetivamente, e elas são difíceis de encobrir com palavras ou fingimento. Assim, quando Eu falo isso, a maioria das pessoas consente com a cabeça e reconhece, e elas estão convencidas disso, a menos que careçam de razão normal: Tais pessoas são incapazes de aceitar essas visões Minhas. Talvez Eu seja demasiadamente grosseiro, referindo-Me descaradamente a essas pessoas como verdadeiras bestas. Isso ocorre porque, no país do grande dragão vermelho, elas são os mais baixos dos baixos, como porcos ou cachorros. Ninguém carece mais de calibre; elas não são dignas de vir perante Deus. Talvez por isso Minhas palavras sejam tão “impudentes”. Ao representar o Espírito de Deus que está operando em Mim, Eu amaldiçoo esse tipo de criatura imunda, semelhante a uma besta, e espero que Meus irmãos e irmãs não fiquem fragilizados por isso. É possível que não existam pessoas desse tipo entre nós, mas, não importa qual seja a verdade, Eu acredito que é assim que tais pessoas devam ser tratadas. O que você acha?

O império do grande dragão vermelho tem perdurado vários milênios, e ele tem sido depravado durante todo o tempo — e por resistir a Deus por todo esse tempo, ele tem sofrido as maldições e a ira de Deus, e depois disso veio o castigo de Deus. Amaldiçoado por Deus, esse país tem consistentemente sofrido discriminação racial e permanece num estado de atraso. O país em que nascemos está cheio de todos os tipos de demônios imundos desenfreados em sua busca de dominação em decorrência disso — o que significa que eles sujam aqueles que aqui nascem. Os hábitos, costumes, ideias e conceitos das pessoas são atrasados e antiquados, de modo que elas formam todo tipo de noções a respeito de Deus, dos quais não conseguiram se livrar até agora. Em particular, agem de um jeito diante de Deus e de outro pelas Suas costas, confundindo reverência a Satanás com serviço a Deus, o que mostra que elas são as mais atrasadas de todas. Deus realizou tanta obra na China continental e falou tantas de Suas palavras, mas as pessoas ainda estão completamente entorpecidas e indiferentes. Continuam fazendo a obra que faziam antes e não têm absolutamente qualquer entendimento das palavras de Deus. Quando Deus proclamou que não havia futuro nem esperança, uma igreja que estava viva com o calor do verão caiu imediatamente em um inverno frio. Os verdadeiros eus das pessoas foram expostos à luz do dia e sua confiança, amor e força anteriores desapareceram sem deixar vestígios. Até hoje nenhuma delas recuperou sua vitalidade. Elas dizem com suas palavras que amam a Deus e, embora não se atrevam a reclamar em seu coração, não importa, elas simplesmente não têm esse amor. O que é isso? Acho que nossos irmãos e irmãs reconhecerão esse fato. Que Deus nos ilumine, para que todos possamos conhecer Sua amabilidade, amar o nosso Deus do fundo do coração e expressar o amor que todos nós temos por Deus em nossas diferentes posições; que Deus nos conceda corações inabaláveis de amor sincero por Ele — é o que Eu espero. Dito isso, sinto um pouco de simpatia por Meus irmãos e irmãs que também nasceram nesta terra de imundície, por isso cresceu em Mim um ódio pelo grande dragão vermelho. Ele impede nosso amor por Deus e atrai nossa ganância por perspectivas futuras. Tenta-nos a sermos negativos, a resistirmos a Deus. Tem sido o grande dragão vermelho que nos enganou, nos corrompeu e nos devastou até agora, a ponto de sermos incapazes de retribuir de coração o amor de Deus. Nós temos o impulso no coração, mas, a despeito do nosso querer, somos impotentes. Todos nós somos suas vítimas. Por essa razão, Eu o odeio do fundo do coração e mal posso esperar para destruí-lo. Quando, porém, volto a pensar nisso, é inútil e só causa problemas a Deus, razão pela qual volto para estas palavras — concentro Meu coração em fazer a Sua vontade — a amar a Deus. Essa é a senda que estou tomando — é a senda que Eu, uma de Suas criações, devo seguir. É como Eu devo passar a Minha vida. Estas são palavras do Meu coração, e Eu espero que Meus irmãos e irmãs recebam algum encorajamento depois de lerem estas palavras, para que Meu coração possa ter alguma paz. Pois Meu objetivo é fazer a vontade de Deus e, assim, viver uma vida luminosa e resplandecente de significado. Com isso, poderei morrer sem remorsos, com um coração cheio de satisfação e conforto. Você gostaria de fazer isso? Você é alguém com esse tipo de determinação?

O fato de Deus ser capaz de operar no chamado “homem doente da Ásia Oriental” é Seu grande poder. É Sua humildade e ocultabilidade. Independentemente de Suas palavras duras ou de Seu castigo em relação a nós, devemos louvá-Lo do fundo do coração por Sua humildade e amá-Lo até o fim por isso. Pessoas sujeitas a Satanás por vários milênios continuaram a viver sob a sua influência e não se livraram dela. Continuaram a tatear e a lutar amargamente. No passado, queimavam incenso, se curvavam e consagravam Satanás, e estavam fortemente amarradas à família e enredamentos seculares, bem como às interações sociais. Elas foram incapazes de se livrar delas. Nesse tipo de sociedade cão-devora-cão, onde é que se pode encontrar uma vida com significado? O que as pessoas contam é uma vida de sofrimento, e, felizmente, Deus salvou essas pessoas inocentes, colocando essas vidas sob Seu cuidado e proteção para que nossas vidas fossem alegres e não mais repletas de preocupações. Nós continuamos vivendo sob a Sua graça até agora. Isso não é a bênção de Deus? Como pode alguém ter a audácia de fazer exigências extravagantes a Deus? Ele tem nos dado tão pouco? Vocês ainda não estão satisfeitos? Acho que chegou a hora de retribuirmos o amor de Deus. Podemos sofrer bastante ridicularização, calúnia e perseguição por seguirmos a senda da crença em Deus, mas acredito que isso seja algo significativo. É uma questão de glória, não de vergonha, e, não importa o que aconteça, muitas são as bênçãos que desfrutamos. Em incontáveis momentos de decepção, as palavras de Deus trouxeram conforto e, antes mesmo de percebermos, a tristeza se transformou em alegria. Em incontáveis ocasiões de necessidade, Deus trouxe bênçãos e proveu por nós por meio de Suas palavras. Em inúmeros tempos de doença, as palavras de Deus trouxeram vida — fomos libertos do perigo e passamos do perigo para a segurança. Você já desfrutou de tantas coisas assim sem perceber. Você não se lembra de nada disso?


Anterior: As transgressões levarão o homem para o inferno

Próximo: Obra e entrada (6)

Agora são os últimos dias. Os desastres ocorrem com frequência e tornam-se cada vez maiores. Estes são os avisos e lembretes de Deus para a humanidade. Se você tiver quaisquer outras dúvidas ou quer saber mais sobre a volta do Senhor Jesus, como acolher o Senhor para ser arrebatado antes dos desastres, etc., sinta-se livre para clicar no botão a seguir para entrar em contato conosco. Se você quiser, pode se juntar ao nosso grupo de estudo.