O Senhor Jesus vai mudar o Seu nome nos últimos dias?

30/10/2019
7 minutos a ler

O Senhor Jesus vai mudar o Seu nome nos últimos dias?

Quando pensamos no nome do Senhor Jesus, em geral, lembramos nestes versículos da Bíblia: “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente” (Hebreus 13:8). “E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos” (Atos 4:12). Esses versículos fazem muitos acreditarem que o nome do Senhor Jesus nunca mudará, que se Ele retornar nos últimos dias e Seu nome não for Jesus, devemos nos recusar a acreditar Nele ou segui-Lo.

Mas alguns irmãos e irmãs perguntam: Embora as palavras “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente” (Hebreus 13:8) estejam mesmo registradas na Bíblia, o Apocalipse também contém a profecia: “A quem vencer, Eu o farei coluna no templo do Meu Deus, donde jamais sairá; e escreverei sobre ele o nome do Meu Deus, e o nome da cidade do Meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, da parte do Meu Deus, e também o Meu novo nome” (Apocalipse 3:12). As palavras de Deus afirmam muito com muita clareza que quando voltar nos últimos dias, Ele aperfeiçoará um grupo de vencedores e terá um novo nome. Como Deus terá um novo nome nos últimos dias, será que Ele vai escolher o nome Jesus? Então, não devemos ser tão rápidos em declarar que o nome de Deus nunca vai mudar.


Recomendado para Você:

1-Nome de Deus na Bíblia – Porque Deus tem nomes diferentes?

2-Por que Deus é chamado por diferentes nomes em diferentes eras?

3-O Senhor ainda será chamado de Jesus quando Ele retornar?


Então, o nome de Deus pode mudar? Deus ainda será chamado de Jesus nos últimos dias? Hoje vamos discutir essas questões. Que o Senhor nos guie.

Na verdade, todos os que são familiarizados com a Bíblia sabem que antes de Deus ordenar a Moisés que deixasse o Egito com os israelitas, Ele não tinha nome. Quando as pessoas daquele tempo oravam a Ele, elas clamavam a “O Deus de Abraão, o Deus de Isaque, o Deus de Jacó”. O nome “Jeová” era o nome que Deus usou quando guiou os israelitas para fora do Egito e começou a obra da Era da Lei. Assim como está escrito na Bíblia: “Então disse Moisés a Deus: Eis que quando eu for aos filhos de Israel, e lhes disser: O Deus de vossos pais me enviou a vós; e eles me perguntarem: Qual é o seu nome? Que lhes direi? Respondeu Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos olhos de Israel: EU SOU me enviou a vós. E Deus disse mais a Moisés: Assim dirás aos filhos de Israel: Jeová, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó, me enviou a vós; este é o meu nome eternamente, e este é o meu memorial de geração em geração” (Êxodo 3:13–15).

Deus chama Moisés

Esta é a fonte do nome Jeová. Depois que Deus assumiu o nome Jeová, Ele começou a realizar a obra da Era da Lei, conduziu os israelitas para fora do Egito, proclamou as leis e mandamentos, ensinou as pessoas a adorá-Lo, a construir altares e a viver na terra. Qualquer um que violasse as Suas leis seria queimado ou apedrejado até a morte e, sob as leis, todos adoravam a Deus Jeová, sustentavam Seu nome acima de tudo e faziam sacrifícios em Seu altar até o final da Era da Lei. Na Era da Lei, Deus Jeová expressou o caráter de queimar e amaldiçoar, e realizou a obra de liderar as vidas das pessoas na terra, e Deus escolheu o nome Jeová baseado na obra que Ele fez e no caráter que expressou. É por isso que “Jeová” se tornou o nome fixo de Deus na Era da Lei.

No final da Era da Lei, os pecados das pessoas ficaram mais profundos e numerosos, as leis e os mandamentos não eram cumpridos, os sacrifícios que as pessoas faziam não eram suficientes para expiar seus pecados, e a humanidade podia ser condenada à morte pelas leis. Para salvar a humanidade do pecado, Deus encerrou a Era da Lei, na qual Ele foi chamado de Jeová, e sob o nome de Jesus começou a obra da redenção usando Sua obra anterior, na Era da Lei, como fundamento. Ele expressou um caráter amoroso e misericordioso, realizou muitos milagres divinos, pregou a doutrina do arrependimento e, finalmente, foi pregado na cruz para redimir a humanidade, como uma oferta pelos pecados de todos, completando assim Sua obra na Era da Graça. Através disso, podemos ver que, com base no grau de corrupção da humanidade, em Seu plano salvar o homem, na obra que Ele realiza, e no caráter que expressa, Deus toma diferentes nomes.

Também, está escrito na Bíblia que os nomes de Deus estão limitados a certas eras. Na Era da Lei, Deus Jeová disse: “Este é o meu nome eternamente, e este é o meu memorial de geração em geração” (Êxodo 3:15). Com “eternamente” referindo-se ao fato de que, durante a Era da Lei, o nome de Jeová não mudaria, mas que esse nome não era adequado para a Era da Graça. Na Era da Graça, o nome de Deus mudou e as pessoas só puderam ser salvas pelo nome do Senhor Jesus. Assim como está escrito na Bíblia: “E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos” (Atos 4:12), o que significava que, na Era da Graça, o nome de Deus nunca mudaria. Cada nome que Deus recebe representa uma era diferente de Sua obra. Quando a obra muda, o mesmo acontece com o nome Dele. Mas não importa a mudança no nome de Deus, Ele sempre permanece como o Senhor da criação, e Sua autoridade, poder, caráter justo, essência santa e desejo de salvar as pessoas nunca mudam. Assim, o nome Jeová representa o próprio Deus, da mesma forma que o nome Jesus, e também o novo nome que Ele assume nos últimos dias. O nome de Deus muda, mas Sua essência não. Deus ainda é nosso Deus, mas não devemos limitar o nome Dele, pois as consequências podem ser muito sérias.


Veja Também:

Filme evangélico “O nome de Deus mudou?!” Trecho 3 – O significado do nome de Deus


Talvez alguns irmãos e irmãs digam: “Quais poderiam ser essas sérias conseqüências?”

Lembremo-nos que, no final da Era da Lei, Deus concluiu a obra dessa era e começou sua obra para redimir a humanidade sob o nome de Jesus. Quando os fariseus, os sumos sacerdotes e escribas viram que Deus chamava-se Jesus, e não o Messias, que Ele parecia muito comum, vindo de uma família humilde, que não os liderou na derrubada do regime romano, e que a obra e a pregação do Senhor Jesus não se encaixavam em suas noções ou em seu entendimento de profecia, então eles julgaram, difamaram e condenaram o Senhor Jesus, e acabaram por assassinar o misericordioso Salvador, pregando-o na cruz. Nunca ocorreu a Peles que o Senhor Jesus era a manifestação de Deus Jeová, o próprio Deus. No final, eles foram punidos por Deus com a morte de sua nação!

Portanto, não devemos limitar o nome de Deus sem cuidado. O fato é que somos desqualificados para comentar ou delimitar o nome que Deus escolhe usar quando salva a humanidade. Como seres criados, devemos ter esse senso. Não importa como Deus trabalhe para salvar a humanidade, Ele continua sendo nosso Deus e Seu nome pode mudar, mas isso não influencia o fato de que devemos seguir e ser conquistados por Ele. Então, que tipo de nome Deus tomará nos últimos dias?

Na verdade, Deus nos concedeu a resposta há muito tempo na Bíblia. Deus diz: “Eu sou o Alfa e o Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso” (Apocalipse 1:8). “Também ouvi uma voz como a de grande multidão, como a voz de muitas águas, e como a voz de fortes trovões, que dizia: Aleluia! porque já reina o Senhor nosso Deus, o Todo-Poderoso” (Apocalipse 19:6). “Os quatro seres viventes tinham, cada um, seis asas, e ao redor e por dentro estavam cheios de olhos; e não têm descanso nem de noite, dizendo: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, aquele que era, e que é, e que há de vir” (Apocalipse 4:8). “Graças Te damos, Senhor Deus Todo-Poderoso, que és, e que eras, porque tens tomado o Teu grande poder, e começaste a reinar” (Apocalipse 11:17). Nesses versículos, o nome do Todo-Poderoso é mencionado. Ele também é encontrado em outros versículos, como em Apocalipse 15:3, 16:7, 16:14, 21:22, etc. Todos eles mencionam o Todo-Poderoso. Essas profecias nos permitem compreender que quando Deus retornar para governar como rei, seu nome mudará para o Todo-Poderoso. O Espírito Santo testemunhou pessoalmente que quando o Senhor vier nos últimos dias, Seu nome será o Todo-Poderoso.

Graças à orientação de Deus, depois de buscar, pudemos entender que o nome do Senhor Jesus mudará nos últimos dias. Nossa comunhão sobre a verdade a respeito do nome de Deus termina aqui. Que toda a glória seja dada ao Senhor!

Por Yongli


Veja Também:

Filme evangélico “O nome de Deus mudou?!” Trecho 2 – O nome de Deus é realmente imutável?

Pastores e anciãos do mundo religioso com frequência pregam aos crentes que o nome do Senhor nunca pode mudar e que somente por confiar no nome do Senhor Jesus nós podemos ser salvos. Este tipo de opinião concorda com a verdade? Jeová Deus disse: “antes de mim Deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá. Eu, eu sou Jeová, e fora de mim não há salvador” (Isaías 43:10-11). Na Era da Graça, Deus encarnado levou o nome de Jesus. Se Deus é imutável, então como Seu nome pode mudar? Além do mais, o Apocalipse profetizou que Deus terá um novo nome nos últimos dias, então do que se trata tudo isto? Muitas pessoas estão perdidas quanto a isto, mas este breve vídeo revelará a verdade a você.

 

Agora são os últimos dias. Os desastres ocorrem com frequência e tornam-se cada vez maiores. Estes são os avisos e lembretes de Deus para a humanidade. Se você tiver quaisquer outras dúvidas ou quer saber mais sobre a volta do Senhor Jesus, como acolher o Senhor para ser arrebatado antes dos desastres, etc., sinta-se livre para clicar no botão a seguir para entrar em contato conosco. Se você quiser, pode se juntar ao nosso grupo de estudo.
Converse conosco no WhatsApp

Inscreva-se gratuitamente

Inscreva-se para receber o tema do evangelho da semana